Notícias

Mulheres de sucesso.

15/05/2020

A chegada da maternidade transforma muitas mulheres em empreendedoras. É o que mostra uma pesquisa realizada em 2019, pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora. O levantamento explica que mais de 50% das empreendedoras no país possuem ao menos um filho.

De acordo com o Sebrae, cerca de 24 milhões de brasileiras são empreendedoras. Em muitos casos, montar a própria empresa é uma alternativa criada pela necessidade.

Reunimos algumas histórias de mulheres que superaram tanto os desafios da maternidade e do empreendedorismo, e também de filhos, que inspirados pela matriarca, alcançaram o sucesso.


Glaci e Danyelle Van Straten – Depyl Action

Danyelle Van Straten é o nome por trás da Depyl Action, franquia especializada em depilação e cuidados com o pelo e a pele, que faturou em 2019 mais de R$ 122 milhões. A marca tem mais de 110 unidades em operação no Brasil e duas na Venezuela. A franquia nasceu em 1996, mas o negócio deu os primeiros passos na década de 1980, quando sua mãe, Glaci Van Straten, criou uma receita caseira de cera que, aliada a uma técnica também criada pela matriarca, tornava a remoção dos pelos mais confortável. Inicialmente, Danyelle viajava pelo Brasil vendendo a cera em feiras, enquanto Glaci cuidava da produção.

Naquela época, o espaço para depilação representava o fundo do salão, não era nem 10% do negócio. E foi nessa brecha que Danyelle e sua mãe enxergaram o próximo passo: oferecer um local exclusivo para a depilação e levar este serviço para a porta da frente. O resultado disso culminou na Depyl Action: um espaço privativo, confortável e com atendimento sem hora marcada que oferece, além da depilação com cera serviços de depilação à laser, luz pulsada, design de sobrancelhas, alongamento de cílios, coloração de cílios e da região íntima; aparo de pelos e coloração de barba. 

Thais Mezadri e Daniela Fogaça – Sigbol

Para Thais Mezadri, não tem como falar de Sigbol sem falar de dois amores: a moda e a mãe. Desde pequena Thais tinha o sonho de ser estilista. Aos 16 anos, apoiada pela genitora, iniciou o curso de Desenho de Moda na Sigbol. Após concluir o curso, entrou na faculdade de Negócios de Moda e atuou por alguns anos na área.

Em 2014, a mãe de Thais ficou desempregada e decidiu investir em uma franquia. A Sigbol foi a escolha das duas. Enquanto a estilista dava aulas, a matriarca ficava na administração.

Mas em 2018, a mãe descobriu uma leucemia e pensou em vender a unidade. Thais decidiu assumir a direção da escola enquanto a mãe fazia o tratamento. Com a ajuda de Daniela Fogaça, amiga da família e apaixonada por moda, elas tocaram o negócio o ano inteiro, até a recuperação da mãe.

No início de 2019, Thais comprou a unidade da mãe e com a sócia, Daniela, implantaram estratégias de otimização de espaço e marketing. Em um ano, o faturamento da loja dobrou. A unidade possui cerca de 110 alunos ativos. Aluna, professora e gestora, hoje Thais usa o conhecimento que obteve nas três áreas para gerir a escola que fatura cerca de R$38 mil por mês.


Sibele Vaz de Lima – Vazoli

Vendedora de seguros de um grande banco na cidade de Severínia, interior de São Paulo, Sibele Vaz de Lima viu, em 2008, a oportunidade de uma renda extra quando um imóvel, de pouco mais de 15m2, ficou disponível. Mas o que era para ser um complemento financeiro, se tornou a única fonte de renda.

Sibele não contava com o fato de ser demitida poucos meses após o início da empreitada. Desempregada, e logo depois, grávida da segunda filha, ela arregaçou as mangas e foi à luta. Criou a Vazoli, que hoje é a maior franquia de crédito do país, com a ajuda do marido, Eric Vaz de Lima, e transformou uma pequena ideia em um negócio que movimentou mais de R$ 600 milhões em 2019. A rede conta com mais de 100 unidades espalhadas por 22 estados do Brasil.


Sabrina e Florença Drummond Borges – Mil e Uma Sapatilhas 

Inaugurada em 2018, a franquia da Mil e Uma Sapatilhas da cidade de Araxá é administrada por mãe e filha, Sabrina e Florença Drummond Borges. A mãe formada em economia e professora de música estava à procura de um negócio para investir na cidade e Florença, advogada, estava em busca de uma renda extra já que era recém-formada. A filha, durante a pesquisa por opções para complementar o orçamento, encontrou na revenda da Mil e Uma Sapatilhas, uma oportunidade. Como não conhecia a marca e não sabia do seu tamanho, decidiu arriscar e comprar alguns pares de calçados para revender na cidade. O sucesso foi imediato, tanto que após resultado positivo, Sabrina decidiu investir em uma unidade da marca. Foram três tentativas de abrir uma loja em cidades que já tinha pontos vendidos, então a solução foi Araxá, que não estava no plano de expansão da franqueadora. Florença foi a responsável por preparar um plano de ação para convencer os franqueadores do potencial da cidade. A partir disso, foram mais cinco meses para achar um ponto na principal rua de comércio da localidade. Com cerca de 120 mil habitantes, a unidade araxaense figura entre as que mais faturam dentre as lojas mineiras, mostrando que a advogada estava certa sobre a economia local. Atualmente, Sabrina é a responsável pela parte administrativa da loja e Florença cuida do marketing e digital. Juntas, mãe e filha, administram as demandas da loja.


Vivian Leite – Vox2you

Há seis anos trabalhando com comércio exterior em uma multinacional, Vivian Leite, que tinha recentemente vendido um apartamento, começou a procurar formas de investir o dinheiro da venda. Por meio de uma plataforma para empreendedores conheceu a Vox2you, maior rede de escolas de oratória da América Latina, que tinha iniciado seu processo de expansão em franquias.

Com possibilidade de ter um horário mais flexível para ficar em casa com a filha, na época com dois anos, Vivian pediu demissão e comprou uma franquia da rede, em 2017 na cidade de Sorocaba – São Paulo – sendo a primeira franqueada da Vox2you.

Entrando no quarto ano de operação, a metodologia da rede e as técnicas de oratória da unidade são um sucesso na região. Pela escola, já passaram mais de 700 alunos e atualmente a franquia conta 200 matrículas ativas.


Vivian trouxe toda sua experiencia em administração e comércio para a escola, que possui nove colaboradores e fatura mais de R$ 50 mil por mês. A expectativa da empresa é inaugurar mais uma franquia em 2020. 

Charlene Moraes – Ótris Soluções Financeiras

Em 2006, aos 24 anos, com dois filhos pequenos e um aluguel para pagar, Charlene Moraes dividia seu dia entre estagiar em um escritório de advocacia, trabalhar como garçonete em uma balada durante a noite e vender pastéis na feira aos finais de semana. Com o sonho de empreender, Charlene enxergava no setor de vendas o nicho para ser dona do próprio negócio. Em 2008, trancou a faculdade de direito e saiu dos três empregos para trabalhar com crédito consignado em casa e viu sua renda aumentar em pouco tempo. Decidida a pegar mais experiência na área de recuperação de crédito, a empresária entrou, em 2012, no setor de vendas da empresa Ótris de recuperação de crédito, em Campinas.

Com poucos meses na função, Charlene reformulou os formatos das vendas e o atendimento da equipe, aumentando o número de clientes. Depois disso, decidiu cursar administração e passou a assumir o cargo de supervisora e depois a gerência da empresa. Em 2017 foi convidada pelo dono da rede para ser diretora comercial da Ótris Soluções Financeiras no formato de franquias. Com a Ótris, Charlene ajudou na recuperação de mais de R$ 10 milhões para PMEs e aposta na inclusão de mulheres no empreendedorismo como forma de equidade de gênero.

Milena Macedo – GOU Odonto

Milena não pode falar do início da sua clínica sem citar o apoio dos pais, Luiz de Paula do Nascimento e Aparecida Donizete Macedo. Formada em odontologia, a jovem sonhava em abrir o próprio consultório que envolve diversos tipos de serviços odontológicos. Com a ajuda da família, Milena comprou uma franquia da GOU Odonto em 2018, na cidade de Votuporanga, interior de São Paulo.

Mas o começo do negócio foi difícil. Com outras clínicas odontológicas na região, Milena precisava achar formas de se diferenciar no mercado. Com o suporte da franqueadora e da família, a empresária elaborou estratégias comerciais para atrair pacientes e tornar seu negócio um ponto de referência.

Em pouco tempo, o resultado foi percebido em números. Hoje, a clínica possui cerca de 400 pacientes ativos. A odontologista tem as melhores expectativas em relação ao negócio e espera até o final do ano expandir ainda mais o consultório.

Eliene e Matheus Ferreira

Após três anos trabalhando juntos na administração de uma loja no segmento de varejo, em Fortaleza, Ceará, a mãe, Eliene Ferreira, e o filho, Matheus Ferreira, decidiram fechar a empresa e abrir um novo negócio em outro setor. Devido ao know how comprovado e a estrutura segura para um investimento, a dupla sentiu uma forte atração pelo franchising, e decidiram apurar novas oportunidades de negócios em uma feira de franquias em São Paulo. Em busca de uma marca, encontraram a Super Estágios, primeira e maior rede de franquias de estágios do Brasil. Acharam o modelo de negócio viável, e se atraíram tanto pelo aspecto tecnológico quanto também pela forma desburocratizada de encaminhar estagiários às empresas.

Em setembro de 2019, abriram na capital cearense uma unidade da marca. A parceria deu certo. Eliene destaca que o sucesso no negócio é fruto da sinergia familiar, porém, para que isso ocorra, tem que saber separar as coisas, ou seja, ver mais um ao outro como sócio e não como mãe e filho. Satisfeitos com os resultados, em maio, a dupla irá abrir uma nova franquia da Super Estágios, dessa vez em Recife, capital do Pernambuco.

E para quem quiser conhecer mais sobre a loja de Araxá é só conferir tudo no @1001sapatilhas.araxa 


Matéria exibida no portal.

https://www.jornalcontabil.com.br/8-historias-de-mulheres-empreendedoras-que-alcancaram-o-sucesso/

Confira outras

Postagens

Instagram